“A Responsabilidade Social é um elemento central do projeto empresarial na Bondalti”

André de Albuquerque, administrador da Bondalti, falou sobre o impacto e o contributo da empresa para o desenvolvimento sustentável, na conferência “A Obra Social da CUF”, no âmbito das celebrações dos 150 anos do nascimento de Alfredo da Silva, seu fundador.

Numa época em que a política social empresarial não estava no topo das preocupações da maioria dos empresários, Alfredo da Silva investiu fortemente na obra social do Grupo CUF. Da educação e formação profissional, à previdência e assistência social, passando pela habitação, saúde, cultura, lazer e desporto, beneficiaram desta política os milhares de trabalhadores do Grupo e as suas famílias, mas também a comunidade e o meio envolvente.

 

A Bondalti, herdeira da CUF – Companhia União Fabril, herdou também o espírito humanista do seu fundador e mantém a responsabilidade social corporativa como um dos pilares da sua atuação. “Numa era em que o mundo procura novos modelos de desenvolvimento sustentável, as empresas têm um papel crucial a desempenhar no futuro da sociedade como um todo”, referiu, a este respeito, André de Albuquerque.

 

A certificação internacional “Empresa Familiarmente Responsável”, a subscrição do programa Responsible Care e a participação no Painel Consultivo Comunitário do Programa Atuação Responsável de Estarreja (Pacopar) são apenas alguns exemplos do envolvimento da Bondalti com os seus colaboradores, com a comunidade e com o ambiente.

 

“A Bondalti assume um posicionamento ativo para a prossecução dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Nações Unidas, na certeza de que a Responsabilidade Social começa nas escolhas que fazemos e nos compromissos que assumimos perante a comunidade”, concluiu André Albuquerque na conferência organizada pela Fundação Amélia de Mello, em colaboração com a Universidade Católica.