Bolsas de estudo apoiam alunos do Técnico

A Bondalti e a Fundação Amélia de Mello voltam a atribuir bolsas de estudo a seis alunos do Instituto Superior Técnico.

 

Diogo Bento, aluno de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, Tiago Ferreira e Maria Pedrosa, ambos estudantes de Engenharia Mecânica, e João Dinis Álvares, aluno de Engenharia Física Tecnológica, viram o apoio de que já usufruíam em anos anteriores ser renovado. A este lote de bolseiros juntam-se, este ano, mais dois estudantes: Nuno Fernandes, aluno de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores e José Luís Coelho, aluno de Engenharia Aeroespacial.

 

A cerimónia de assinatura dos contratos de bolsa decorreu no final de abril, em formato online, e contou com a presença de André de Albuquerque, administrador executivo da Bondalti, e de Jorge Quintas, secretário-geral da Fundação Amélia de Mello.

 

André de Albuquerque destacou o papel que “a formação, e o ensino universitário em particular, tem para o desenvolvimento económico e social do país” e frisou o compromisso da Bondalti com a sua promoção, “particularmente nas áreas de Engenharia e de Química, que são áreas com maior afinidade com a nossa atividade profissional e empresarial”.

 

Jorge Quintas deixou uma palavra aos bolseiros, exaltando os seus méritos: “Vocês são excelentes alunos e isso é importante enaltecer e saudar, como um grande exemplo para a sociedade que são. Têm a sorte de pertencer a uma escola excecional, e devem ser alunos em conformidade com isso”.